Escutei chorando,

Andei sentindo falta de algumas coisas, e de algumas pessoas. Mas, não […] eu não corri atrás, e nem vou correr! Está sendo bom por um lado, eu estou aprendendo, estou vendo quem realmente se importa. To afim de conhecer gente nova, to afim de me desligar, e vou […] quando você menos esperar, eu vou sumir, sem dar pistas sobre como e aonde estou. Já cansei de colocar minha felicidade na mão das pessoas e elas destruirem com ela.

a musica que cantávamos rindo.

Theme feito por: Huiara Licks



ch-ariot:

Perguntaram-me se eu gostaria de me confessar. Adoraria, precisava tanto falar… Mas já conheço o discurso: “Ficará tudo bem”, “É para você tirar uma lição de tudo isso”, “Tudo acontece quando é para acontecer”. Eu já sei de tudo isso? Já desconheço as minhas próprias crenças. Eu não devo ser uma boa garota, eu não devo merecer. A vida tem me feito sofrer tanto e, Deus, eu sou só uma menina. Sim, simpatizo com minhas cicatrizes, com a força que elas me fizeram perceber ter. Penso que já fui forte. Fui racional. Enfraqueci. A verdade é que estou cansada, meu coração está doente de amar e minha cabeça dói por não deitar uma noite sequer sem ter com o que me preocupar. Agradeço, eles dizem que não, mas valorizo a minha casa, a comida na mesa, a saúde… Tanto que me sinto mal por me sentir mal. Entretanto, devo mentir? Não seria isso um pecado capital? Devo sair por aí com um sorriso que não é meu, distribuindo uma paz que nem eu tenho? Repito: estou cansada. Física e mentalmente. E digo mais, digo que tenho medo, medo de perder de vez a fé que perdi tantas vezes. Tenho medo de não ser digna do amor que peço. E ainda tenho a arrogância de achar que sou. Perdoe-me se fui fraca, se menti. Perdoe minha falta de contentamento, pelo fato do copo estar sempre metade vazio e quase nunca metade cheio. Perdoe-me pela falta de ar, pelas noites em que chorei ao invés de agradecer por simplesmente ter um coração que bate. Desculpe-me por ter sido tentada a desistir tantas vezes, mas peço que entenda que a vida está dura e eu não consigo mais andar em paz.

ch-ariot:

Perguntaram-me se eu gostaria de me confessar. Adoraria, precisava tanto falar… Mas já conheço o discurso: “Ficará tudo bem”, “É para você tirar uma lição de tudo isso”, “Tudo acontece quando é para acontecer”. Eu já sei de tudo isso? Já desconheço as minhas próprias crenças. Eu não devo ser uma boa garota, eu não devo merecer. A vida tem me feito sofrer tanto e, Deus, eu sou só uma menina. Sim, simpatizo com minhas cicatrizes, com a força que elas me fizeram perceber ter. Penso que já fui forte. Fui racional. Enfraqueci. A verdade é que estou cansada, meu coração está doente de amar e minha cabeça dói por não deitar uma noite sequer sem ter com o que me preocupar. Agradeço, eles dizem que não, mas valorizo a minha casa, a comida na mesa, a saúde… Tanto que me sinto mal por me sentir mal. Entretanto, devo mentir? Não seria isso um pecado capital? Devo sair por aí com um sorriso que não é meu, distribuindo uma paz que nem eu tenho? Repito: estou cansada. Física e mentalmente. E digo mais, digo que tenho medo, medo de perder de vez a fé que perdi tantas vezes. Tenho medo de não ser digna do amor que peço. E ainda tenho a arrogância de achar que sou. Perdoe-me se fui fraca, se menti. Perdoe minha falta de contentamento, pelo fato do copo estar sempre metade vazio e quase nunca metade cheio. Perdoe-me pela falta de ar, pelas noites em que chorei ao invés de agradecer por simplesmente ter um coração que bate. Desculpe-me por ter sido tentada a desistir tantas vezes, mas peço que entenda que a vida está dura e eu não consigo mais andar em paz.








mycuteway:

Eu odeio chorar em público, pois não suporto ter que ouvir um “porquê você está chorando?” de pessoas que na realidade não estão nem ai para o que eu estou sentindo[…]

mycuteway:

Eu odeio chorar em público, pois não suporto ter que ouvir um “porquê você está chorando?” de pessoas que na realidade não estão nem ai para o que eu estou sentindo[…]








1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »